Carregando Conteúdo
x

Dicas e Ideias

2.0 - NEUROSE DE CLASSE

Classes%20sociais%20e%20governo%20na%20I

 

NEUROSE DE CLASSE

 

Conceito usado pelo psicólogo francês Vincent de Gaulejac

 

Segundo a sua teoria, Neurose de Classe é a dificuldade dos descendentes de superar as condições de vida econômica, social e profissional da família.

 

Se verifica na vida dos descendentes de famílias de trabalhadores rurais, operários, funcionários estatais que evidenciam uma dificuldade de prosperar se escolhem um caminho diferente, como a vocação artística, o comércio, o mundo empresarial ou uma profissão liberal.

 

A neurose de classe nasce dos limites impostos à realização pessoal do código familiar de normas e tradições:

  • Não deve superar seu pai e sua mãe.
  • Faça como nós fizemos.
  • É melhor caminhar em lugar seguro.
  • Mulheres e bois dos seus países.  (não se deve casar com pessoas de outras culturas).
  • "Não saia do semeado..."

 


O impulso de realizar a vocação e o caminho escolhido pelo filho não são aceitos pela família. São vividos pelos genitores como um perigo ou uma transgressão às próprias regras de vida, assim permanecem frágeis no sujeito que escolheu se diferenciar da trajetória do clã seguindo seu próprio coração.

 

Mas a desobediência cria um conflito interior que termina por provocar grandes danos para o indivíduo, traduzindo em falhas em exames e concursos ou incidentes que impedem de efetuar negociações importantes de trabalho, ou (frequentemente depois dos 40 anos) em falência e perdas econômicas e péssimos investimentos.

 

Outra forma da neurose de classe, consiste na impossibilidade de saborear os frutos da própria ascensão social e do próprio bem estar econômico.

 

A neurose de classe não atinge somente uma ou duas gerações, mas, muitas vezes, perdura até 4 ou 5 gerações e se estende por mais de um século. Isto acontece quando o destino dos antepassados é particularmente infortunado, com injustiças sofridas muito duras ou humilhantes e com histórias vividas extremamente dolorosas.

 

A neurose de classe é o produto de contradições que operam sobre três registros (sexual, social e familiar) que se reforçam mutuamente para produzir uma estrutura fechada, ou seja, um sistema que se fecha sobre si mesmo e absorve os elementos anteriores para se autorreproduzirem.

 

Estas contradições, de origem heterogênea, são transformadas à medida que se ligam entre si em um sistema neurótico.

 

Definitivamente, é o sujeito neurótico que produz a neurose da qual é ele mesmo o produto: ele se torna produtor do que o produziu.

 

A abordagem clínica permite compreender as raízes, ao lhe oferecer os meios de se libertar. Para apreender a dinâmica complexa dos processos que regem as relações entre o psíquico e o social, a sociologia clínica é um procedimento ao mesmo tempo sociopsicológico, que visa compreender como as transformações sociais condicionam as atitudes e os comportamentos dos indivíduos, e psicossociológico, que busca analisar o modo como um sujeito intervém como ator, inventa práticas para enfrentar estes conflitos e fazer face às situações sociais.  

 

 

Leia também o texto sobre o tema:

Neurose de Classe - Mito geracional 

Clique na imagem abaixo:

escravos(1).jpg

 

81244952-d97c-48b1-8f51-00cf8540a435.jpg

Jaqueline Cássia de Oliveira

Psicoterapeuta Familiar Sistêmica - Brasil

Psicogenealogista - Itália 

 

A PSICOGENEALOGIA SISTÊMICA APLICADA

  

  • A Psicogenealogia é um tema relativamente novo e a psicóloga e psicoterapeuta Jaqueline Cássia de Oliveira é uma das pioneiras desses estudos e trabalhos no Brasil.
  • Sobre o tema, em 2014, elaborou o material didático: Psicogenealogia Sistêmica - O romance familiar contado pelo genograma©  (com mais de 1.000 leitores) e em 2018 Quem são os antepassados?© (2018), pela Interação Sistêmica Edições.
  • Traduziu e apresentou o livro: Jung, Psicogenealogia e Constelações Familiares© de Maura Saita Ravizza, pela Interação Sistêmica Edições.
  • Apresentou o livro  Psicogenealogia: Um Novo Olhar na Transmissão da Memória Familiar, de sua colega e pioneira, Monica da Silva Justino.
  • De 2011 a 2016, junto à Interação Sistêmica®, organizou e ministrou cursos e workshops sobre o tema transgeracionalidade e  Psicogenealogia Sistêmica, reunindo mais de 700 profissionais, entre psicólogos, psicoterapeuta sistêmicos e consteladores familiares de diversas regiões do Brasil.
  • Nomeou seus estudos e trabalhos sobre transgeracionalidade (dentro da visão da Psicogenealogia, da Terapia Familiar Sistêmica e da Psicologia Arquetípica e Imaginal) como Psicogenealogia Sistêmica Aplicada.
  • Organizou o curso virtual breve - Conceitos Básicos da Psicogenealogia Sistêmica
  • Organizou o curso virtual - Psicogenealogia Sistêmica Aplicada (lançamento em breve)
  • Fez sua formação em Psicogenealogia através de cursos e estudos do seu genossociograma na Itália e Argentina com importantes professores e teóricos.
  • Conheça seu currículo clicando no link: http://www.interacaosistemica.com.br/quem-somos

 

Assine  nosso canal do YouTube! 

https://www.youtube.com/user/Interacaosistemica

 

                

 

 À venda livros e materiais didáticos  em nossa loja virtual.

12745957_982592095144673_881944439936189