Carregando Conteúdo
x
WhatsApp (55) 3199941 4532
Brasil Itália

Dicas e Ideias

4.0 - O SEXO É UMA EMOÇÃO EM AÇÃO!

 

kamasutra_c-590x590(1).png

 

 

Muitas vezes o amor e a sexualidade não são partes integrantes dos prazeres da vida, mas se tornam sofrimentos, dores, vergonhas, vazios.

 

Confiar em um terapeuta especialista em Terapia de casal e de Terapia sexual sistêmica pode ser a modalidade para reelaborar a própria história de vida, experimentar novas modalidades de relações, dissolver os nós e readquirir a autonomia e o direito de ser amado.

 

No decorrer de vários anos como psicoterapeuta sistêmica, aconteceu em diversas ocasiões de ter pacientes que chegavam para fazer psicoterapia apresentando problemas ligados ao sexo. E quase sempre estas pessoas tendiam num primeiro momento a circunscrever a questão pela dimensão sexual, não levando em consideração a dimensão da relação com o parceiro e muito menos o significado relacional de tal aspecto.

 

É muito interessante no decorrer do processo terapêutico, explorar estes aspectos e ver como eles se entrelaçam profundamente com a problemática de caráter físico acompanhado ao sintoma, levando o mesmo paciente a ver a dimensão relacional subjacente ao seu problema, da qual é mais causa do que consequência sendo inserida no interior de um processo circular que, uma vez ativado, se autoalimenta.

 

No livro do alemão Dr.  Ulrich Clement – Terapia Sexual Sistêmica, traduzido para o italiano, pela  Dra. Teresa Arcelloni,  é retomado o conceito que o sexo dentro da dimensão de casal frequentemente representa um ritual repetido e tendo a função de confirmar e manter a homeostase da relação.

 

Frequentemente  a insatisfação sexual é uma pista do estado de saúde da relação de casal. Às vezes o sintoma pode aparecer em só um dos parceiros, mas é uma evidencia aparente e portanto  o terapeuta deve ampliar contexto.

 

Pode haver dificuldades de comunicação, conflitos não resolvidos, expectativas não atendidas, insegurança; ou pode ter aumentado os fatores de stress, o trabalho, o casamento, uma gravidez, filhos crescendo, as pressões econômicas, o passar dos anos,e as consequências negativas estão concentradas no quarto de casal, apagando a paixão.

 

No transcorrer da terapia de casal, com pacientes que  apresentam sintomas de caráter sexual é muito importante aprofundar os aspectos relacionais a esses ligados e conectar com a história da pessoa,  a história afetiva e sexual, a história familiar,  incidindo sobre as consequências relacionais do sintoma.

 

Para Clement, o desejo sexual nasce da diferença. É possível valorizar a diferença e não padronizar os diferentes desejos da sexualidade através de um "mínimo denominador comum

 

Frequentemente de fato, no interior de um casal não se dá voz a diversidade, enquanto muitas pessoas temem manifestar os próprios desejos ao parceiro por medo de perdê-lo.

 

Clement orienta os terapeutas de casais de entrar no terreno do desejo e do sexo, utilizando a bússola da disparidade do desejo e não da sua identidade, visto como uniformidade.

 

Segundo este autor, assim o foco da intervenção terapêutica é o desenvolvimento de diferentes perfis sexuais e das dinâmicas de relacionamento que deles derivam.

 

Mas a terapia sexual sistêmica pode ser também individual. A pessoa pode procurar o psicoterapeuta com questões acerca da sua própria sexualidade, sem estar em um relacionamento estável.  As questões podem ser  expandidas para o âmbito da dinâmica relacional da família de origem do paciente.

 

Durante a terapia sexual sistêmica, é  importante auxiliar o paciente a também desenvolver uma visão sistêmica e assim conseguindo enxergar-se no centro de uma rede de relações, que de maneira mais ou menos significativa o influencia na sua problemática sexual, nas suas emoções e no seu estilo de vida.

 

Ter uma ideia sistêmica do sintoma, de qualquer maneira desvincula o paciente da linearidade interpretativa que frequentemente se fundamenta na psicopatologia ou em bases fisiológicas e genéticas do indivíduo. Isto aumenta de maneira significativa a  possibilidade de sucesso terapêutico.

 

Texto organizado por: Jaqueline Cássia de Oliveira

Psicoterapeuta Sistêmica - Belo Horizonte, MG

 

 

 

 

 

CURSO INTERNACIONAL 

em 33 vídeo-aulas 

 

TERAPIA DE CASAL & TERAPIA SEXUAL SISTÊMICA

 

11209541_1593828114191829_22596228514547

Com as formadoras:

Dott.ssa TERESA ARCELLONI e Dott.ssa GLORIA FERRERO